Dias mãeores

um blog de mãe para recuperar o tempo perdido em dias sempre mais curtos que o desejado

quarta-feira, janeiro 24, 2007

ouro, incenso e mirra


Desde que o pequeno Gaspar entrou nas nossas vidas que um desassossego bom nos povoa os dias.
A emoção de ser mãe não se comparará com a de ser tia, mas a mim, que me tocou a segunda categoria, a emoção de ter aquele pedaço de gente nos braços e saber que é meu sobrinho é já em si uma experiência tão inebriante que me deixa muitas vezes num estado de comoção aparvalhada no qual habitualmente não me reconheceria.
É que apesar de uma gravidez nos preparar para a recepção de uma nova criança nunca nos prepara verdadeiramente para o turbilhão de emoções que todos os estados de paixão implicam, inexoravelmente.

E assim, temos invertido a história bíblica e andamos todos a atravessar meio mundo para adorar o Gaspar, rei mago que passou de adorador a adorado, de ofertante ao presente mais importante do ano.

Entretanto, outros nascimentos se preparam em secretárias e papelada.
Lentos e burocráticos.
Estamos neste momento de menos 3 semanas.
Quer isto dizer que o dia 15 de Fevereiro marcará finalmente o início da contagem positiva desta gravidez diferente. Nessa data termina o prazo de avaliação da candidatura a casal adoptante e, cinco entrevistas e seis meses depois, termina todo este período de escrutínio para dar lugar à espera oficial (se o veredicto for positivo, claro está!).
Daí para a frente o tempo que nos separa da parentalidade é de 3 a 4 anos o que, tendo em conta que a nossa pretensão é uma criança até 2 anos de idade, quer dizer que o nosso futuro rebento, neste momento, ainda nem sequer foi concebido!
Até lá vamos treinando como tios e esperando pelo parto telefónico que nos fará pais.

4 Comments:

  • At 24 janeiro, 2007 23:19, Anonymous anar* said…

    um beijo apertado minha querida susanita bonita

     
  • At 24 janeiro, 2007 23:57, Anonymous Inês said…

    Como diz o velho ditado: parir é dor, criar é AMOR... AMOR esse, indiscritível, uma paixão sem limites...
    Amo e Amarei o meu irmão, alguém que entrou na minha vida quando tinha 18 anos. Um ser tão BELO e tão PURO...... que continua e continuará a iluminar e engrandecer o nosso coração.

     
  • At 25 janeiro, 2007 11:37, Blogger jordi said…

    É uma prendinha de ouro mirrado (pudera, com cinco dias...) que veio incensar as nossas vidas.

     
  • At 26 janeiro, 2007 17:05, Blogger dora said…

    ( tenho a certeza de que serão os melhores pais do mundo... )

     

Enviar um comentário

<< Home