Dias mãeores

um blog de mãe para recuperar o tempo perdido em dias sempre mais curtos que o desejado

sábado, janeiro 29, 2011

experiência


A necessidade de um tempo só meu tem-me feito procurar a malha como quem se refugia e revisita uma espécie de espaço ancestral, caseiro, intimista, feminino (embora saiba que fazer malha tenha começado por ser uma coisa de homens e pescadores, na minha família sempre esteve a cargo das mulheres e a minha mãe passou longos serões a tricotar para nós camisolas coloridas e originais, até a tendinite lhe ter posto fim a esse prazer).
Por isso também tenho sentido necessidade de aprender outras técnicas e experimentar coisas diferentes mas como tenho uma verdadeira dificuldade em ler instruções (o que inclui desde uma receita de cozinha a um livro de tricot) as minhas capacidades estão sempre à mercê do autodidatismo ou do convívio educativo (uma das melhores formas de aprender, a troca de técnicas e ideias em grupo ou com amigos mas que no que toca ao tricot não abunda no meu círculo mais próximo).
Esta foi assim minha primeira tentativa de tricotar com 2 lãs na chamada técnica dos metidos (que a minha mãe chegou a usar mas que eu nunca cheguei a aprender).
Tendo em conta que se trata de uma primeira vez não me parece que tenha saído mal embora a lã que tivesse disponível para a experiência fosse grossa demais e o efeito final necessite de algum aperfeiçoamento.

A ver se o workshop de dia 4 me alarga ainda mais os horizontes.

Etiquetas:

3 Comments:

Enviar um comentário

<< Home